Português Italian English Spanish

Sindicato dos Funcionários Públicos se reúne com prefeito Neto e vereadores para esclarecer sobre o aumento da Alíquota da Previdência Social

Sindicato dos Funcionários Públicos se reúne com prefeito Neto e vereadores para esclarecer sobre o aumento da Alíquota da Previdência Social

Data de Publicação: 3 de maio de 2021 22:01:00

O presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos do Município de Volta Redonda, Ataíde de Oliveira, o advogado da entidade, Victor Jacomo e o servidor Moises Antunes, estiveram reunido na manhã desta segunda-feira, dia 03, com o prefeito Antônio Francisco Neto e  uma comissão da Câmara Municipal, em apoio ao sindicato, formada pelos  vereadores Edson Quinto, Cacau da Padaria, Hálison Vitorino, Paulino AP e Temponi, no gabinete do prefeito.

O objetivo foi esclarecer sobre a mensagem 006/2021 enviada pelo prefeito à Câmara Municipal reajustando de 11% para 14% a alíquota de contribuição da previdência social do servidor público, que entrará em votação na próxima terça-feira, dia 04.

Segundo Ataíde, o prefeito explicou que não tem a intenção de prejudicar o servidor público, a mensagem obedece à lei federal da reforma da previdência e que obriga os municípios a se adequarem a ela.  Caso a mensagem não seja aprovada, o município sofrerá sanções como a perda do certificado de regularidade previdenciária, o que implica no impedimento de receber verbas do Governo Federal e de contrair empréstimos em bancos, por exemplo.

 - O sindicato não concorda com aumento de nenhum tipo de alíquota. Inclusive, foi enviada à Câmara ofício atentando os vereadores sobre essa mensagem que seria prejudicial ao servidor. Porém mesmo com a tentativa de não oneração do funcionário público, que já vem sendo massacrado com corte de direitos e perdas salariais ao longo dos anos, entende que a aprovação da mensagem será inevitável visto que poderá acarretar sérios prejuízos ao município - Explicou Ataíde.

Neto assegura pagamento do 13º salário dos servidores inativos até sexta-feira, dia 07.

Durante a reunião, o prefeito assegurou que pagará o 13º salário dos servidores inativos e pensionistas até a próxima sexta-feira, dia 07, e que fará esforço para acertar o 13º dos demais servidores da ativa ainda este mês.

O prefeito também sinalizou que estará mais aberto ao diálogo e ao respeito com os servidores públicos e com o sindicato.